Pedreira

Na pedreira de Parauapebas – Pará, a GEOMIX extrai, seleciona e classifica vários tipos de pedras para a produção de materiais com diversas granulometrias. Em uma vasta área, a pedreira tem capacidade para produzir em larga escala mesal para atender todas as demandas solicitadas a nós.

Veja as etapas de produção:

Decapeamento: Consiste na retirada do material de capeamento que fica sobre o material rochoso, com a utilização de escavadeiras, tratores e caminhões e o transporte para regiões próximas à área de lavra.

Perfuração: É preciso preparar o local do carregamento. Para isso usamos perfuratrizes hidráulicas e pneumáticas, perfuramos a rocha formando as "malhas de fogo", que servirá de base para o carregamento e desmonte da bancada.

Desmonte: Com aplicação de cargas adequadas, criação de uma malha eficiente e elementos geométricos, é possível gerar descontinuidades na rocha "in situ" e reduzir um maciço rochoso a uma pilha de fragmentos com formas e dimensões viáveis para o trabalho.

Carregamento e Transporte: Executada por carregadeiras, limpam o material das praças e carregam os caminhões fora de estrada, para o transporte do material até o beneficiamento.

Britagem Primária: O material coletado sofre a primeira redução de tamanho pela ação dos britadores de mandíbula.

Pulmão Primária: Agora o material é direcionado ao pulmão primário, que servirá de estoque de material para cobrir alguma parada na produção e também como local de coleta de material com faixa granulométrica adequada para venda.

Britagem Secundária: O material coletado no pulmão primário é transportado para a britagem secundária, onde novamente o material sofrerá redução granulométrica, assim como na britagem primária.

Britagem terciária e quaternária: Continua as etapas de redução do material, diferentes apenas pelo fato de utilizarem britadores giratórios.

Peneiramento: Etapa de separação em peneiras vibratórias dos diversos produtos nas faixas granulométricas da pedra britada.